Meninos mimados não governam o Brasil!

Esta é Alessandra Leão durante o lindo show de lançamento do seu disco “Macumbas e Catimbós”, sábado, 24 de agosto, no Auditório Ibirapuera.

ATENÇÃO para o que ela diz, maravilhosamente:

https://www.facebook.com/rosane.pavam/videos/2439333719516979/

“Salve a força, a fé, e o vigor e a coragem!

E a resistência!

E a resistência do povo indígena nesse Brasil.

Salve a força da floresta que está há tanto tempo de pé, e que vai continuar de pé, se a gente assim deixar, se a gente assim brigar pra que ela continue de pé, e não queimando desse jeito.

Que cada árvore que caia doa em cada um de nós.

Que cada índio que morra doa em cada um de nós.

Que cada negro que morra doa em cada um de nós.

Que cada gay, cada lésbica, cada trans que morra doa em cada um de nós.

Que a gente tenha o direito de existir e ser o que deseja ser.

Ninguém está aqui para abaixar a cabeça, ninguém está aqui para dar o lombo pra apanhar mais.

E a gente vai ficar de pé.

Porque meninos mimados não governam a nação.

Meninos mimados não governam nada!

Viva o Brasil!

Viva esse Brasil aqui.

É esse!

Viva os índios, viva os negros, viva os gays, viva as lésbicas, viva as trans, os trans!

Viva o povo brasileiro, viva o respeito, viva o povo de santo, que a gente vai ficar de pé até o fim.

E a gente briga cantando, dançando.

O corpo espanta a miséria, meu povo, é festa!

É disso que eles têm medo, e que a gente faz.

A gente briga e a gente celebra.

A gente dança.

A gente canta.

A gente goza a vida.

E é isso que dói, a gente estar de pé.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s