o amor de que preciso

alegre e triste,

por razões pessoais e nacionais.

não sei onde colocar o que aprendi.

não há interesse.

nem amor.

um amigo gay me diz: não quero saber de “gay pride” se não tenho “gay love”.

adorei ouvir.

eu aprendo com quem amo.

sem amor não vivo.

me superestimam.

falo daquele amor, mesmo, vestido de gestos e falas de carinho e estímulo.

amor, que sendo só carinho, já será o amor de que preciso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s