Bobagem

Eu tenho uma ingenuidade muito grande em relação às pessoas.
Desde pequena.
Frequentemente me confundo, acho que gostam de mim por um motivo, mas é por outro, isto quando não desgostam gentilmente, ou totalmente, e nem me dou conta.
Mas a essência dessas pessoas, sua emanação, vibração, energia, creio que percebo de cara, mesmo à distância.
E fico me batendo pra não aceitar uma intuição, um desenho que sua presença me faz.
Às vezes tenho pesadelos com as traições que sofri,
ou sofro,
partidas de algumas delas.
Pessoas de que ninguém desconfia.
Coisas que aconteceram há tanto tempo que eu já deveria ter esquecido.
Mas não, nunca.
Nem falo tudo isto por uma razão particular.
É que às vezes, como agora, no meio de um trabalho que não consigo terminar, um frio me percorre a espinha.
E se me enganei?
Uma bobagem do tamanho de um alfinete se penso em Bolsonaro e em todas as crianças que ele deixou sem comida, mas uma bobagem, ainda assim, dentro de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s