Otto Guerra em autorretrato

O escritor e produtor de cinema narra com especial humor sua sina no desenho brasileiro

A bela, fluida e bukowskiana autopornografia de Otto Guerra

Dos livros lindos que recebo.

Você lê esta autobiografia do desenhista e produtor de cinema Otto Guerra de uma sentada só (ops).

“Nem doeu (autopornografia)” prova o que o seu humor fluido-surreal-alucinante porno-bukowskiano pode fazer por nós num país tão desgraçado quanto este.

Podemos rir!

Mas não rimos dele só porque somos maus. Rimos porque a saga deste escritor nem difere da nossa tanto assim.

E porque podemos, estimulados pelo homem, quebrar realmente tudo.

A editora do novo livro de Otto Guerra é a Mmarte (mmarteproducoes.com) e os editores, Márcio Jr e Márcia Deretti.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s